neurofoco fosfatidilserina

COMO ESTÁ SEU FOCO E CONCENTRAÇÃO? CONHEÇA A FOSFATIDILSERINA

Você já conhece a fosfatidilserina?
Não? Então “bora” conhecer essa substância de nome difícil, mas que promete melhorar sua capacidade cognitiva e concentração!

De onde vem a fosfatidilserina?

A fosfatidilserina tem papel importante na constituição dos neurônios onde auxilia nas chamadas sinapses – transmissão de impulsos nervosos -, e de membranas celulares atuando na proteção das células.
Basicamente, esta substância possui grande presença nos tecidos cerebrais.
A fosfatidilserina é produzida naturalmente pelo organismo, porém com o avanço da idade, a tendência é reduzir a sua presença no corpo.

Onde ela age?

Age essencialmente no funcionamento dos impulsos elétricos e nervosos cerebrais. Portanto este elemento atua no bom desempenho destas transmissões nervosas, garantindo a saúde do sistema nervoso.

Sabe quem têm fosfatidilserina na sua composição?
Isso mesmo, o NEUROFOCO da ADA Nutracêuticos.

Quais os benefícios de consumir o Neurofoco?

O consumo auxilia a manter a constituição das membranas neurais, dessa forma, o risco de desenvolver doenças neurodegenerativas (como Parkinson) é reduzido.
Além disso, atua na melhora da cognição e capacidade mental, já que potencializa a concentração, raciocínio e a atenção.

Podemos mencionar rapidamente aqui outros benefícios do uso do Neurofoco:

  • Controla o estado de transtornos atencionais como o TDAH e hiperatividade;
  • Minimiza os índices de estresse, regulando o humor;
  • Melhora o funcionamento físico;
  • Otimiza a capacidade de memorização e aprendizagem.

Ajuda na luta contra doenças como Alzheimer?
Sim. Apesar de não ser um elemento de propriedades efetivas de cura, a fosfatidilserina vem sendo frequentemente recomendada no tratamento de doenças neurodegenerativas.

As doenças neurodegenerativas são doenças incuráveis e debilitantes que têm como consequência a degeneração progressiva e/ou morte dos neurônios. Causam assim problemas de movimento (ataxias) ou de função mental (demências). As demências são as responsáveis pela maioria das doenças neurodegeneraticas e o Alzheimer representa aproximadamente 60-70% dos casos.

Desta forma, o neurofoco pode auxiliar no tratamento deste tipo de doença.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *